Vídeo telemetria, para que serve?

O que é vídeo telemetria?

A telemetria avança a cada dia e novas funcionalidades fazem parte do dia a dia dos gestores de frotas. Entre as novidades, está a vídeo telemetria, que usa câmeras para aumentar a segurança do motorista e do veículo, além de ter muito mais detalhes sobre a operação para futuras tomadas de decisões.


Como as câmeras são usadas na gestão de frotas?

A telemetria é a tecnologia que mede dados dos veículos, em tempo real, para que gestores de frotas entendam o que está acontecendo durante uma determinada operação. Portanto, o objetivo de usar vídeo telemetria é prevenir acidentes, ou seja, a partir do momento em que os gestores de frotas acompanham a forma como o motorista está dirigindo, é possível fazer uma análise completa e, então, tomar decisões importantes. Para que serve a vídeo telemetria? Para isso, de acordo com as necessidades do cliente, são instaladas câmera para monitorar a operação. Com a vídeo telemetria, o gestor de frotas, consegue ter dados por meio de GPS em tempo real, live streaming, relatórios detalhados sobre gestão de rotas e múltiplos alertas, a partir de uma plataforma. Inteligência artificial Em vídeo telemetria, uma grande aliada é a inteligência artificial, pois a tecnologia permite detectar, por exemplo, sinais de cansaço do motorista, bem como distrações (uso de celular, cigarro etc.), que são altamente perigosos e que podem causar acidentes graves. Além disso, a vídeo telemetria pode contar com a tecnologia ADAS (Sistema Avançado de Assistência ao Motorista), que é um sensor de pista para identificar riscos ao motorista. Mais quais são esses alertas? Colisão com veículo da frente, alerta de pedestres ou veículos de duas rodas em frente do percurso, alerta de mudança de faixa e detecção do carro da frente, quando começa a se movimentar.

Comportamento de condução

A grande vantagem de usar vídeo telemetria em projetos de gestão de frotas é a redução de sinistros. Para você ter uma ideia, de acordo com a Confederação Nacional do Transporte (CNT), em 2021 o Brasil registrou 5,4 mil mortes e mais de 64,4 mil acidentes nas rodovias, com o envolvimento de, ao menos, um caminhão em 27% dos casos. Nesse cenário, o prejuízo anual é superior a R$ 12 bilhões, ou seja, é um grande problema para o mercado de transporte e logística como um todo. Outros dados impressionantes são os levantados pela Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), em parceria com a Academia Brasileira de Neurologia e Conselho de Medicina. Cerca de 42% dos acidentes de trânsito estão relacionados ao sono e, portanto, o cansaço é uma das principais causas de mortes nas rodovias do País. Dessa maneira, com a tecnologia embarcada, é possível analisar o comportamento de condução do motorista e, então, contribuir com o aperfeiçoamento do profissional durante a direção. Outras vantagens da vídeo telemetria As soluções de vídeo telemetria são alimentadas por inteligência artificial e plataforma em nuvem, que pode ser acessada de qualquer dispositivo. Ao capturar o que mais importante e fornecer respostas para quanto, onde e como os acidentes e incidentes aconteceram, as imagens são armazenadas na nuvem por até seis meses, o que é importante para disputas legais, verificação da conclusão do trabalho, entre outras situações. Outro benefício, é ter o botão de pânico na solução, que permite ao motorista fazer chamadas imediatamente para a central. Assim, o operador ou gestor da frota pode enviar ajuda e implementar controle remoto, se necessário, com base em vídeo ao vivo.

Câmeras para telemetria

Para saber mais sobre vídeo telemetria para gestão de frotas, bem como quais equipamentos são indicados para seus projetos, fale com nossa equipe comercial pelo WhatsApp (81) 3053-4043 ou pelo e-mail comercial@sigamaisrastreamento.com.br

0 visualização0 comentário